19 de fev de 2015

Ricos testemunhos

Pessoas queridas,

Ricos depoimentos cheios de dor e angústia, eles precisam saber quanto mal nos fazem com essa traição intrafamiliar, que nos deixa totalmente indefesxs e expostxs à novas agressões ou a comportamentos de evitamento.

O pior é que é uma tradição que vem desde a noite dos tempos, a tirania dos homens é obscena, abjeta, sim, eles são criminosos e as pessoas próximas são omissas, o que nos deixa abandonadxs na maior crueldade dos maus tratos, da humilhação da desautorização da sua verdade.

Falar é o começo da cura, mas o fim seria papel da Justiça que raramente o faz, embora haja tentativas de melhorar o atendimento às vítimas de abusos sexuais e violência doméstica. 

O papel maior da Justiça seria de nomear crime, criminoso, arma do crime, vítima, dano, reparação e punição. Mas, trata-se de todo um sistema de dominação para que fiquemos de objeto das violências, enquanto nos roubam tudo, até a vida. No lugar de interditarem os agressores é a vítima que fica interditada de viver, numa total inversão de valores e de proteção à dignidade de crianças indefesas que deveriam ser protegidas pelos pais.

Uma maneira de lidar com tais descaminhos humanos é representar em desenho, palavras e ações o crime, o criminoso, a arma do crime, a vítima, o dano, a reparação e a punição desejadas, pois muitas vezes, é a passividade que gera o ressentimento, como não tínhamos maturidade para reagir, para colocar limites, para sair da cena e ficamos paralisadxs de medo, precisamos colocar em movimento as energias que ficaram lá estagnadas e que impedem os fluxos de nossas vidas.

Agradeço de coração todos os depoimentos.
Continuemos em comunicação.

Mirian Giannella

CIDADANIA E JUSTIÇA

Violência contra mulher é combatida com disque-denúncia

Enfrentamento

SPM oferece Ligue 180 para receber ocorrências. Aplicativos e campanhas também são ferramentas para que pessoas denunciem abusos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A leitura foi importante pra você? Deixe suas impressões nos comentários, lerei assim que possível!