8 de jun de 2011

MARCHA DAS VADIAS

CHEGA DE CULPABILIZAÇÃO DAS VÍTIMAS!

"Somos um movimento exigindo que nossas vozes sejam ouvidas. Estamos aqui para exigir mudanças (...) Queremos sentir que seremos respeitadas e protegidas", dizem. A Marcha das Vadias é a resposta das mulheres à cultura machista de culpa-las pelos abusos e violências que sofrem.
A HISTÓRIA DA MARCHA
No começo do ano, em Toronto, no Canadá, um policial fez na televisão local uma declaração que mostra de forma clara como o mundo ainda encara a questão. Ao orientar as universitárias para que evitassem o estupro, ele "sugeriu" que elas não "se vestissem como vagabundas". A revolta foi instântanea e mulheres de todo o mundo se organizaram e criaram a "Slut Walk", ou em bom português, a "Marcha das Vadias".
A Marcha das Vadias foi motivada pelo dito de um policial numa palestra em uma universidade em Toronto, Canadá, em janeiro deste ano. Durante um seminário sobre segurança no campus, um policial disse às alunas que elas evitariam estupros se não se vestissem como vadias (“sluts”). Indignadas com o que consideraram uma expressão oficial da responsabilização da vítima, elas pediram uma retratação. Enquanto o episódio era investigado, ativistas organizaram a primeira Slut Walk – em português, Marcha das Vadias.
Cerca de mil mulheres, muitas delas vítimas de estupro, abuso e assédio sexual, se vestiram com roupas que desafiam o código do policial canadense e saíram em passeata para dizer que não, as vítimas de estupro nunca “estão pedindo”.
Povoados de ativistas de minissaias, lingerie, cinta-liga e decotes, o evento acabou gerando uma onda de Marchas das Vadias pelo mundo. Desde a primeira, já foram 15 eventos, e ainda há mais dezenas marcados até outubro. No Brasil, a manifestação acontece neste sábado (4), às 14h, na avenida Paulista, em São Paulo. A organização espera reunir 2.500 pessoas. No próximo dia 18, o evento acontece em Belo Horizonte.
Vou de meia calça preta com bota marrom, vestidinho curtinho estampadinho e colete vermelho! Encontro vocês lá!

A MINHA MARCHA
No caminho, no meio da Vila Beatriz, encontro Sônia Lorens, colega de cursinho há 30 anos, parei o carro no meio da rua pra lhe convidar: -- Vamos pra Marcha das Vadias manifestar! E ela, meio desconfiada: -- “Mas eu trabalho tanto!”... E não foi, quem sabe na próxima, né?
Chego na Praça do Ciclista, no fim da Angélica e 3 pessoas me aguardavam com uma filmadora, fomos até o carro pegar os cartazes para ir para a Consolação. Lá, encontravam-se além dos câmeras e jornalistas, homens da Marcha pela Liberdade que estavam presentes em solidariedade e alguns outros. Foi bom, amigos! E policiais de montão e este que aparece na foto e nas filmagens era uma simpatia, os outros nem tanto, e este nos assediava, pois precisavam do Nome e RG do organizador. Vieram várias vezes me perguntar e cheguei a lhes dizer que o movimento não tinha coordenação, que foi espontaneamente criado pela Internet! Acabei dando o nome do Observatório da Clínica e mandando meus recados: Estou pesquisando o estresse pós-traumático e vocês também são vítimas do horror da morte e este policial disse saber que ficam cheios de adrenalina...
A LINDA FOTO DO UOL ilustrando esta inserção da escuta do representante deles: Falava dos balões que caíram do prédio, no sábado anterior, pena que o vídeo não pegou. Pediam Nome e RG e aproveitei pra mandar mais um recado: -- Sabiam que tem esqueletos aí pros médicos levar pra casa torturar os irmãozinhos das Sumidades Médicas?
-- Noossa! -- disse um deles, afastando-se com a prancheta!
O vídeo mostra como estou sendo contundente com a verdade que se fez sem culpa! ENCAREI OS POLICIAIS E AS CÂMERAS, E VOCÊS, VÃO SER COVARDES ETERNAMENTE? CRIANÇAS CONTINUAM SENDO TORTURADAS! Isso eu não disse, mas acabo de ver num vídeo que disse bem mais do que lembrava! Hahaha! Aqui: http://www.youtube.com/watch?v=SQHODBjP_oo&feature=player_embedded

Foi sensacional! Descemos a Augusta até o Comedians e manifestamos contra os comentários CQCistas do Rafinha Bastos, todos os cartazes da manifestação acabaram colados na porta grafitada do Comedians... hahahah!
“Estupro não é piada, machismo mata”, os manifestantes protestaram contra uma piada que Rafinha fez no twitter, dizendo que mulheres feias deveriam agradecer ao serem estupradas. Ao perceber a aproximação da marcha, funcionários do local baixaram as portas rapidamente. As manifestantes colaram cartazes com mensagens anti-violência.
Mais tarde, o comendiante Danilo Gentilli, também do CQC, saiu do local e comentou: "Eu acho que está certo fazer a marcha. Eu falo o que eu quero, o Rafinha fala o que ele quer e as manifestantes falam o que elas querem. Enquanto for assim está bom."
E ainda mais acabei encontrando a Nalu da SOF - organização feminista, nossas filhas estudaram juntas. Teve uma muito corajosa, Emília, vestida com lingeries, maravilhosa, displicente! As mulheres da Marcha Mundial das Mulheres, com tambores de latas com gritos bem fortes!
FOI EMOCIONANTE, ARREPIANTE, OS BRADOS RETUMBANTES E O BATUQUE NOS LATÕES CHAMANDO TODOS A PARTICIPAR E AS VÁRIAS MANIFESTAÇÕES, seguem algumas:
MEU CORPO, MINHAS REGRAS!
CONTRA A GLOBALIZAÇÃO DO SILICONE.
A GENTE É MULHER E NÃO MERCADORIA!
HEI, MULHERES LIBERTÁRIAS
HEI, MULHERES REVOLUCIONÁRIAS!...
ESTAMOS CANSADAS DE SERMOS JULGADAS POR NOSSA SEXUALIDADE E DE NOS SENTIRMOS INSEGURAS POR ISSO.
É ABSURDO ESSE PADRÃO DUPLO DE SEXUALIDADE, ISSO DE UMA MULHER QUE FAZ SEXO SER VADIA, E UM HOMEM QUE FAZ SEXO SER UM GARANHÃO.
ESTUPRO É QUESTÃO DE PODER, NÃO DE SEXO.
Eles dizem que a gente pede pra apanhar e ser estuprada, mas é mentira deslavada, não pedimos!
A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, NÃO É O MUNDO QUE A GENTE QUER! MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES FEMINISTAS E REVOLUCIONÁRIAS...
VEM, VEM , VEM PRA RUA, VEM, CONTRA O MACHISMO! ...
MACHISMO MATA E NÃO LEVA À NADA, ESTUPRO NÃO É PIADA, Hahaha, valeu, foi uma motivação e tanto! Mas, os formadores de opinião devem se ligar na situação da mulher no mundo, não é mesmo, senhores?
CQC, DÁ UMA FORÇA AÍ, ÔOOW!
ESTÃO MATANDO AS MULHERES!
Cadê a Elisa Samúdio? O cachorro comeu!
VERGONHA A CULPABILIZAÇÃO DAS VÍTIMAS!
Blog – http://carpediem-magia.blogspot.com

Estatísticas
Apenas no primeiro trimestre desse ano, em São Paulo, 3585 mulheres foram estupradas, de acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública. No Rio de Janeiro, 1246 já foram violentadas, e o número apresentou aumento entre janeiro (396) e março (434), de acordo com dados do Instituto de Segurança Pública, o ISP. Na maioria das vezes, o estuprador é alguém conhecido, o que torna o crime ainda mais cruel e prova concreta do pensamento machista de possessão do corpo da mulher.
"É preciso ampliar o debate que temos sobre estupro. Nós mulheres aprendemos desde cedo que é perigoso andar sozinha, é perigoso vestir tal roupa, é perigoso sair de casa à noite. Mas boa parte dos estupros acontece dentro de casa: 80% dos estupros são cometidos por pais, padrastos, tios, primos, namorados, amigos, chefes, etc - enfim, por conhecidos da vítima", acrescenta Lola, que também é professora de Literatura na Universidade Federal do Ceará.

FONTES E REFERÊNCIAS (FOTOS, VÍDEOS E MATÉRIAS PUBLICADAS)
Jovem Pan - http://www.youtube.com/user/JovemPanOnline?blend=21&ob=5#p/u/0/At6HAdzqHY8

Jornal da Gazeta - http://www.youtube.com/user/jornaldagazeta?blend=22&ob=5#p/u/0/d-bOpI_VqNQ

BOLSA DE MULHER http://msn.bolsademulher.com/mundomelhor/marcha-pelos-direitos-das-mulheres-106290.html

IMPERATIVO CATEGÓRICO http://oimperativocategorico.wordpress.com/

NAUWEB.TV – A Marcha, esta sim, a mais bonita da cidade. –
http://www.nauweb.tv/principal_video.asp?id=219

Revista TPM - http://revistatpm.uol.com.br/notas/marcha-das-vadias.html

Thiago Marzano - http://thiagomarzano.com.br/slutwalk

FOLHA FOTOS _ http://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/3119-marcha-das-vadias#foto-61273

COLETIVO LEITE COM PERA - http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tMIVfqFC87Q

Entrelinhas Blog Silvia Kochen - http://silviakochen.wordpress.com/2011/06/05/marcha-das-vadias-registra-boas-surpresas/#comment-85

Blog Apoio às Vítimas Mirian Giannella:
http://apoioasvitimas.blogspot.com.br

Um comentário:

  1. Creio que o problema é mundo profundo. Nossa cultura coloca a mulher como objeto sexual e ela aceita este papel.A hipersexualização está pior do que nunca. As mulheres brasileiras se vestem de modo a sempre seduzir e provocar desejo o tempo todo. Isso é altamente evidente. Homens carregados de desejo e com problemas psicológicos reagirão. É uma equação simples:
    Mulheres que querem provocar desejos e não satisfazê-los GERARÃO homens agressivos e frustrados = possibilidade de violência.

    ResponderExcluir

A leitura foi importante pra você? Deixe suas impressões nos comentários, lerei assim que possível!